Haste no WordCamp Europa e o futuro do WordPress

Nos dias 20 à 22 de junho aconteceu o WordCamp Europa 2019. Neste ano, a cidade sede foi Berlim, capital da Alemanha. E nós da Haste participamos deste que foi o maior WordCamp de todos os tempos, e contamos as novidades e rumos do WordPress.

Os WordCamps são as conferências de WordPress organizadas pela própria comunidade. Acontecem em 2 níveis:

  • Os WordCamps locais, por cidade, como o WordCamp São Paulo, por exemplo.
  • E os WordCamps regionais, numa escala de país (como o WordCamp US), conjunto de países (como o WordCamp Nordic) ou de continente (WordCamp Ásia e o WordCamp Europa).

O WordCamp Europa deste ano bateu vários recordes. Foram 3.260 ingressos vendidos (800 a mais que em 2018), mais de 2.700 participantes presentes, de 97 países diferentes. Era a primeira vez em um WordCamp Europa para 1.722 destes participantes. Entre eles, eu e o Allyson Souza.

Como começar com o Gutenberg, o novo editor do WordPress [slides]

O Gutenberg é o novo editor padrão do WordPress. Lançado em dezembro de 2018, muitas pessoas tem tido alguma dificuldade em se adaptar, já que as diferenças são muitas.

Por isso, no último meetup da comunidade WordPress São Paulo, tivemos duas palestras sobre o Gutenberg. E na minha apresentação, falei sobre um pouco da história e de como utilizar o novo editor.

CSS: Cansei de Ser Subestimado

Neste Dia Internacional das Mulheres, fui convidada para palestrar no meetup NerdGirlz / Nerdzão.

Resolvi falar sobre como o CSS é subestimado por nós. As vezes achamos que ele é muito básico, ou não é capaz de fazer certas coisas. Outras vezes, achamos que ele é muito difícil, imprevisível, cheio de bugs.

Como criar um alias no XAMPP [fácil e rápido]

Logotipo do XAMPP

Após instalar o XAMPP e criar seu ambiente local de desenvolvimento PHP (e WordPress, por exemplo), você pode ter se perguntado “É possível rodar códigos PHP de outro lugar que não seja a pasta padrão do XAMPP c:\xampp\htdocs?”

Sim, é possível através de um alias. Um alias é uma espécie de atalho para um diretório no seu disco, que é incluído na configuração do Apache para que ele reconheça e processe esta pasta ao visitar determinado endereço. Vem comigo para descobrir como fazer.

CSS Grid – o módulo do CSS3 para layouts

CSS Grid é o novo módulo do CSS3.  Ao contrário dos seus predecessores Float e Flexbox, é o primeiro a ser totalmente voltado para construção de layouts. Com ele é possível criar desde simples sistema de colunas lado a lado até complexos layouts com grids intrincados. 

Nesta palestra apresentada no 30º Meetup CSS, falo sobre os conceitos básicos do grid e suas propriedades.

13 grandes sites brasileiros feitos com WordPress

Você já deve conhecer o WordPress. É um software livre criado em 2003, inicialmente como uma plataforma para blogs. Porém, com o passar do tempo e contribuição de milhares de pessoas, ele evoluiu bastante se tornou um CMS – um sistema gerenciador de conteúdo, que permite a criação de diversos tipos de sites além dos blogs, como sites institucionais, portais, portfólios, intranets e até lojas virtuais.

Como instalar o WordPress em português com o WP-CLI

No próprio site do WordPress, a instalação é descrita como “A famosa instalação de 5 minutos”. Isso podia ser muito rápido em 2007, mas hoje nem tanto, principalmente se você precisa instalar o WordPress várias vezes.

E se eu disser que é possível instalar o WordPress em alguns segundos, ou no máximo em 1 minuto, usando 4 comandos do WP-CLI? Se você ainda não conhece esta maravilhosa ferramenta, ou ainda não instalou no seu computador, veja nosso artigo sobre o que é o WP-CLI e como instalá-lo. Resumidamente: é a interface do WordPress via linha de comando, e muitos dos processos são mais rápidos nela, como a instalação por exemplo. Então vamos instalar!

WP-CLI – ganhe tempo com a linha de comando do WordPress

O WP-CLI (WordPress Command Line Interface) é a interface de linha de comando do WordPress. Ela permite que você faça basicamente tudo o que é possível fazer pelo painel — como gerenciar temas, plugins, posts e usuários, por exemplo — porém pela linha de comando, ou seja, o terminal.

Mas por que eu iria trocar uma interface visual e intuitiva por uma linha de comando, no estilo “hacker” ou usuário de computador dos anos 80?

Se você está se fazendo esta pergunta, o motivo é bem simples: por incrível que pareça, gerenciar o WordPress pela linha de comando é bem mais rápido. Sim, as vezes é mais rápido digitar mais e automatizar algumas tarefas do que fazer login, navegar até a seção certa do painel e executar as tarefas manualmente.

A economia pode parecer pouca — uma tarefa de 5 minutos passa a ser feita em 30 segundos, por exemplo — mas para quem lida com isso diariamente, a diferença é enorme. É como quando a humanidade passou a ter microondas, e agora a praticidade é tanta que não podemos viver sem.

Por isso, aqui vão algumas dicas para usar o WP-CLI e ganhar agilidade.