Dicas essenciais para a construção de persona

Uma persona bem definida é a chave para conhecer seu público e saber como se comunicar com ele para atingir os seus objetivos.

Como construir uma persona. Imagem ilustrativa.

Conhecer o seu público é essencial para qualquer tipo de empreendimento. Além de ajudar a oferecer produtos e serviços mais adequados ao seu cliente, entender quem é o público é fundamental para o marketing de conteúdo.

Afinal, se você sabe quais são os interesses e problemas que fazem parte do dia a dia das pessoas que você deseja atingir com o seu negócio, fica mais fácil de dialogar com elas. A partir desse diálogo, criam-se clientes fiéis.

No entanto, em um mercado cada vez mais competitivo, saber alguns dados gerais sobre o seu público não é mais tão eficaz assim. Para ter uma real aproximação, é preciso compreender exatamente quem é o seu cliente ideal e, por isso, é necessário definir bem sua persona.

O que é persona

A persona, buyer persona ou avatar é a representação do seu cliente ideal, ou seja, a pessoa que você deseja conquistar com seu produto ou serviço. Embora seja uma construção semi-ficcional, essa persona é baseada em informações reais sobre os clientes da sua empresa.

Assim, a persona é a síntese das características demográficas, comportamentais e psicológicas do público da marca. Com base nesses dados, é possível compreender as necessidades e dores para criar um conteúdo mais objetivo.

O conceito de persona é semelhante ao de público-alvo, mas é mais profundo. Enquanto o público-alvo é composto por um segmento de pessoas com características em comum que podem ser potenciais clientes, a persona foca no perfil de uma pessoa ideal para representar os consumidores.

Por isso, a definição de persona é mais específica, agrupando detalhes que fazem parte da rotina do público e que são relevantes para estabelecer um relacionamento entre a empresa e o cliente. Ocasionalmente, é necessário até mesmo mais de uma persona para abranger todos os tipos de consumidores que o negócio atende.

Além disso, o termo persona pode ser aplicado para outros setores de uma empresa. A brand persona, por exemplo, é a personificação da missão e dos valores da marca, algo para ser transmitido aos clientes. Já a hiring persona é a representação do colaborador ideal, relevante para processos seletivos.

Para que serve a persona

A principal função da persona é fazer com que a empresa conheça seu público profundamente. A partir da persona, é possível saber como seu negócio atende aos problemas dos seus clientes, auxiliando na percepção do valor agregado ao seu produto ou serviço.

Com o foco na persona, as estratégias de comunicação se tornam mais assertivas para envolver bem o seu público. Quando se sabe quais são os interesses, dúvidas, dificuldades e hábitos, torna-se mais simples comunicar a sua empresa para o seu consumidor ideal.

A persona também é importante para saber como se comunicar com o público. Ter conhecimento das plataformas utilizadas, do tipo de conteúdo consumido e da linguagem que o público fala faz toda a diferença na hora de criar diálogos. 

Leia mais: Crie conteúdo para seu blog WordPress com essas dicas

Passo a passo para criar uma persona

A persona precisa ser construída a partir de uma perspicaz análise de dados. As principais etapas para construir uma persona são:

1. Coleta de dados

É semelhante a uma pesquisa de campo. Essa etapa começa na definição de perguntas e aspectos da rotina do seu público que merecem atenção. Também é preciso selecionar como esses dados serão coletados e se a pesquisa será quantitativa ou qualitativa.

O meio de coleta de dados pode ir desde formulários a análise do Google Analytics. O importante é envolver os clientes para entender a fundo o perfil de quem já se interessou e adquiriu um produto ou serviço da sua empresa.

2. Análise de dados

Após reunir todas as informações dos seus clientes, vem a fase de analisar minuciosamente para ter uma visão geral do seu público. O foco deve ser em encontrar padrões dentro dos seus clientes.

Por meio dessa análise, é possível compreender quem é o tipo de cliente que se atrai pelo seu negócio, além de entender como eles se comportam e quais são seus hábitos de consumo. Nesta etapa, também existe a possibilidade de identificar diversos tipos de clientes que, consequentemente, vão se transformar em diferentes personas.

3. Estruturar a persona

Com a análise feita, chega o momento de construir de fato a persona (ou personas) da sua empresa. Sendo assim, é o ponto de nomear e definir todas as características relevantes encontradas nos dados dos clientes.

O principal objetivo é construir uma persona que represente uma pessoa real. Resuma sua história, sonhos, frustrações e comportamentos em um texto de forma que seja construído um personagem que sintetize o perfil de alguém com quem você gostaria de conversar e vender o seu produto ou serviço.

Perguntas para definir a persona

Na coleta de dados, é importante obter informações demográficas, comportamentais e psicológicas, além de entender como esse cliente se relaciona com a sua empresa. Dessa maneira, é preciso criar um questionário que envolva todas essas nuances.

Perguntas demográficas

  • Nome
  • Gênero
  • Orientação sexual
  • Idade
  • Escolaridade
  • Profissão
  • Renda
  • Localização

Perguntas comportamentais

  • Que tipo de informações seu cliente consome?
  • Quais redes sociais são utilizadas?
  • Que formato de conteúdo é mais consumido?
  • Como o cliente escolhe qual produto comprar?
  • Quais são os atributos buscados pelo cliente em um produto?
  • Quais são os gostos pessoais?

Perguntas psicológicas

  • Como é a personalidade do cliente?
  • Qual é o estilo de vida do cliente?
  • Quais são seus maiores objetivos?
  • Quais são as dificuldades do cliente?
  • Quais são os valores morais defendidos pelo cliente?
  • O que influencia suas decisões?

Perguntas sobre a relação com a empresa

  • Qual foi o fator que o fez decidir pela empresa?
  • Como o produto ou serviço ajudou a resolver o problema?
  • Qual é a melhor qualidade percebida na empresa?

É importante ressaltar que o questionário precisa ser simples de responder. Logo, as perguntas precisam ser bem elaboradas para atingir o objetivo da empresa, mas não serem cansativas demais para o cliente responder.

Exemplo de persona

Com todas as informações, fica mais simples construir um perfil detalhado para a persona da sua empresa. Confira o exemplo:

Júlia, 25 anos, classe média, mora no interior de São Paulo. Ela é recém-formada em publicidade e analista de marketing em uma pequena empresa, trabalhando em home office. Gosta de ler artigos sobre desenvolvimento pessoal em sites e blogs e utiliza, principalmente, Twitter e Instagram para se informar e acompanhar criadores de conteúdo. Ainda busca estabilidade financeira, então não se compromete com gastos grandes de uma só vez e prefere parcelar no cartão de crédito. Seu principal objetivo é desenvolver suas habilidades de escrita para se destacar no mercado de trabalho como redatora. Ela é divertida e gosta de viajar em qualquer oportunidade.

Por causa desse nível de detalhamento, é plausível se enxergar interagindo com Júlia e, por extensão, com mais pessoas que compartilham os mesmos interesses que ela.

Ficou com alguma dúvida? Conta pra gente nos comentários.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *