Como criar uma loja virtual gratuita?

Saiba como é possível começar a vender os seus produtos pela internet, utilizando as principais ferramentas disponíveis.

O mercado atual de vendas online não é mais exclusivo das grandes empresas, as médias, e até mesmo as pequenas empresas estão construindo suas lojas virtuais para comercializar seus produtos na internet. Assim como os sites e blogs, nos últimos anos surgiram diversas ferramentas para auxiliar a criação de uma loja virtual.

A quantidade de plataformas para a criação de lojas virtuais é tão grande quanto a de sites e blogs. Primeiramente, precisamos dividir em 3 categorias de comércio eletrônico: a venda em um site de um terceiro (Mercado Livre, Lojas no Facebook); plataformas online para criação de lojas; e sistemas de criação de lojas virtuais.

Venda em sites de terceiros

Muitas pessoas ignoram a primeira opção, de comércio em sites de terceiros, entretanto esta é uma alternativa bastante viável e prática que pode ser interessantes para micro negócios venderem os seus produtos de forma segura. Esta categoria de comércio eletrônico consiste no cadastro de seus produtos em uma plataforma de um outro site que coordena as vendas de produtos, como os mais conhecido nacionalmente Mercado Livre, parceiro da americana eBay na América Latina.

Mercado Livre

É a plataforma mais conhecida e utilizada no Brasil para comércio de produtos. Possuí cadastro gratuito de produtos, ferramenta para pagamento seguro Mercado Pago e ferramente de auxílio ao envio.

Pontos Fortes

  • Plataforma amplamente conhecida
  • Ferramentas de pagamento seguro
  • Ferramenta de auxílio de envio

Pontos Fracos

  • Plataforma limitada
  • Estar vinculado ao site de terceiros

Likestore

A Likestore é uma ferramenta gratuita que proporciona a criação de uma loja virtual dentro da sua própria página do Facebook, permitindo a venda através da rede social.

Pontos Fortes

  • Loja integrada com o Facebook
  • Painel de gerenciamento prático
  • Cálculo de frete

Pontos Fracos

  • Loja virtual restrita a usuários do Facebook

Plataformas online para a criação de loja virtual

As plataformas online já oferecem maiores recursos e possibilidades, além da opção de utilização de um domínio próprio, integração com sistemas de pagamento, e diversos outros recursos e extensões para sua loja ficar mais personalizada.

Primeiro E-commerce

O Primeiro E-commerce é a plataforma criada pelo SEBRAE em parceria com o Mercado Livre. O sistema utiliza a ferramenta Mercado Shops, o cadastro é gratuito mas a única forma de pagamento disponível é o Mercado Pago, que possuí taxação nas vendas.

Pontos Fortes

  • Sistema prático
  • Cadastro ilimitado de produtos

Pontos Fracos

  • Sua loja fica hospedada em um subdomínio (sualoja.mercadoshops.com.br)
  • Método único de pagamento: Mercado Pago

Loja Integrada

A Loja Integrada é o resultado de uma startup nacional e foi lançada este ano. A loja integrada não possuí custos sobre as transações, oferecendo um plano gratuito para até 50 produtos, atendendo aos micro e pequenos negócios. Possuí integração com redes sociais e diversas outras ferramentas e formas de pagamento.

Pontos Fortes

  • Ferramenta prática
  • Integração com redes sociais e outras ferramentas
  • Plano gratuito, sem custo sobre transações

Pontos Fracos

  • Limitado a apenas 1.000 visitas no plano gratuito

Sistemas de criação de lojas virtuais

Os sistemas de criação de lojas virtuais exigem um pouco mais de trabalho e conhecimento, mas ainda assim são viáveis para pequenos e médios negócios. Com os sistemas, praticamente não há restrições nas possibilidades de desenvolvimento e personalização.

Magento – Community Edition

Para aqueles que possuem conhecimento de desenvolvimento, as plataformas de criação de lojas virtuais como o Magento, uma das mais conhecidas e utilizadas, pode ser uma alternativa poderosa. Com recursos de grandes e-commerces, diversos métodos de pagamento além da possibilidade de utilizar plugins que estendem suas funcionalidades. É free na versão Community Edition, possuindo uma versão Enterprise.

Pontos Fortes

  • Sistema poderoso
  • Otimizado para sites de busca
  • Estensão de funcionalidades por plugins

Pontos Fracos

  • Necessário um pouco mais de conhecimento e esforço para configurar sua loja
  • Necessária hospedagem própria

OpenCart

Uma alternativa bastante similar ao Magento CE, com recursos de grandes e-commerces, métodos diversos de pagamento e gratuito. Possuí uma gama bastante grande de extensões, que podem ser pagas ou gratuitas, mas que auxiliam seu e-commercer a ficar do modo desejado.

Pontos Fortes

  • Sistema poderoso
  • Otimizado para sites de busca
  • Estensão de funcionalidades

Pontos Fracos

  • Necessário um pouco mais de conhecimento e esforço para configurar sua loja
  • Necessária hospedagem própria

Comece a vender pela internet agora!

Cobrimos apenas uma pequena parte dos sistemas mais conhecidos de criação de e-commerce existentes, e soluções novas não param de surgir. Alternativas para você começar a vender seus produtos pela internet não faltam, cabe a você escolher a melhor alternativa para o seu negócio, ponderando os recursos de cada sistema para que sua loja virtual seja eficiente, e atenda as suas necessidades. Não deixe o seu projeto de loja virtual para depois, comece a vender pela internet agora.

Compartilhe

    • Olá Karol,
      A escolha vai depender bastante do tipo de produtos que você deseja vender e tamanho da sua loja. Como você não tem conhecimento de montagem, se for uma loja pequena com poucos produtos uma boa opção é a Loja Integrada. Mas se você precisar de um sistema para uma loja maior, talvez fosse bom você optar por lojas como do UOL ou da Locaweb, que tem um pagamento mensal.

  • Oi, também gostei da matéria. Dei uma olhada no Wix e vi que tem a opção de loja virtual. Gostaria de saber, de acordo com as suas pesquisas, se é uma opção interessante ou não e porque você não mencionou ela no seu artigo. Obrigada, Sieglinde.

    • Olá Sieglinde, fico feliz que tenha gostado. Fiz uma análise sobre os criadores de sites, incluindo o Wix, neste outro texto da série: https://www.hastedesign.com.br/dicas/como-criar-um-site-gratuito

      Não tenho certeza, mas creio que ainda não existia essa opção de eCommerce no Wix naquela época, e também por não ser o principal serviço ofertado deles. As mudanças na web são muito rápidas, entretanto creio que a criação de Loja Virtual na plataforma seja similar a de sites institucionais, com pouca flexibilidade, vinculando conteúdo e layout, tornando edições e manutenção mais difíceis, além de falta de recursos para personalização, divulgação e recursos mais profissionais de uma loja virtual.

      Para uma pequena loja sem muitas pretensões, talvez atenda às necessidades de imediato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *