Shopify ou WooCommerce: Qual a melhor plataforma e quais as diferenças?

Um comparativo entre as duas plataformas de e-commerce mais famosas do mundo para definir qual é a melhor: Shopify ou WooCommerce.

Capa do artigo Shopify ou WooCommerce

Ter uma loja virtual é a meta de muitas empresas e o primeiro passo é escolher uma plataforma de e-commerce. No entanto, são tantas disponíveis no mercado que é difícil tomar essa decisão.

Uma das plataformas mais famosas é a Shopify, utilizada ao redor do mundo. Outra que é muito popular é o WooCommerce, conhecido por estar vinculado ao WordPress. Sendo assim, surge a dúvida “devo escolher entre Shopify ou WooCommerce?”.

Como essa questão é comum, levantamos os principais recursos e diferenciais dessas plataformas para apresentar a plataforma com melhor custo-benefício para o seu negócio.

O que é Shopify?

A Shopify é uma plataforma de e-commerce fundada em 2006 e que, atualmente, é utilizada por mais de 1,7 milhão de lojas virtuais em mais de 170 países. No Brasil, a plataforma se destaca por hospedar lojas de grandes marcas, como Arezzo, Fujifilm e Samsonite. 

A promessa é ser uma plataforma completa que facilite a criação, gerenciamento e expansão de um negócio no meio digital. Assim, os recursos oferecidos pela Shopify incluem desde o design da loja virtual até o gerenciamento de estoque e vendas.

Como funciona a Shopify?

A Shopify conta com as ferramentas essenciais para um e-commerce, como relatórios, cupons de desconto e recuperação de carrinho abandonado. Alguns dos recursos oferecidos que se destacam são:

  • Dropshipping: integração com aplicativos para negócios de dropshipping;
  • Venda de assinaturas e produtos digitais;
  • Aplicativo da Shopify;
  • Plataforma de blog integrada;
  • Checkout em mais de 50 idiomas.

Outra grande funcionalidade é a possibilidade de integração entre e-commerce e lojas físicas por meio de um ERP ou da própria plataforma. As principais vantagens são oferecer para o cliente a retirada de produtos na loja física e ter a praticidade de gerenciar todos os pontos de venda em um só sistema.

Para personalização da loja virtual, a plataforma conta com uma loja de temas e uma App Store com mais de 6 mil recursos com integração com a Shopify. Além disso, na questão do branding, também são oferecidos um gerador de nomes para empresas e uma ferramenta para criação de logos.

Quanto custa a Shopify?

Os preços da Shopify são em dólar americano, por se tratar de uma plataforma com presença mundial. Assim, é importante inserir a variação do preço da moeda no orçamento da loja virtual. Os três planos oferecidos são:

PlanoBasic ShopifyShopifyShopify Advanced
PreçoUS$ 29/mêsUS$ 79/mêsUS$ 299/mês
Taxa de transação2%1%0,5%
Locais de estoqueaté 4até 5até 8
RelatóriosNão possuiStandardAdvanced
Preços consultados em setembro de 2021.

Os preços são mensais, mas existe 10% de desconto na contratação do plano anual e 20% para o plano de dois anos. Além disso, também existem as taxas do gateway de pagamento (empresa que intermediam transações financeiras). No Brasil, algumas das empresas de pagamento parceiras da Shopify são EBANX, MercadoPago, PagSeguro e Paypal.

Para começar o e-commerce, também existem dois investimentos importantes. O primeiro é o domínio personalizado, que pode ser comprado diretamente com a Shopify ou à parte, custando a partir de 40 reais por ano. O segundo é o tema do site. Embora a loja de temas da Shopify ofereça alguns gratuitamente, a maior parte custa a partir de 100 dólares ou também é possível optar por um tema desenvolvido exclusivamente por outra empresa.

Shopify é boa?

A Shopify é sim uma boa plataforma de e-commerce para negócios que estão presentes no mercado há algum tempo, especialmente para empresas que já possuem lojas físicas e desejam expandir para o virtual. A plataforma também é interessante para quem deseja criar a loja rapidamente, já que é só instalar um tema e catalogar os produtos para começar.

No entanto, os custos em dólar são o ponto fraco da plataforma. Existem plataformas nacionais, como a Loja Integrada, que trazem planos com os mesmos recursos por preços mais baixos que a Shopify e também o WooCommerce, que é gratuito.

O que é WooCommerce?

O WooCommerce é um plugin para WordPress lançado em 2011 e que conta com mais de 5 milhões de instalações ativas em todo o mundo. Atualmente, estima-se que a plataforma seja usada por 26% de todas as lojas virtuais do mundo.

O principal diferencial do WooCommerce é ser uma plataforma de e-commerce com código aberto, livre para que qualquer pessoa possa criar a sua própria loja virtual em poucos passos. Outro diferencial é o grande número de recursos disponíveis para WooCommerce que possibilitam múltiplos tipos de usos para a plataforma.

Como funciona o WooCommerce?

Para começar, é necessário apenas ter uma instalação do WordPress ativa e instalar o plugin. Em seguida, é preciso fazer a configuração inicial, informando dados básicos de negócio e de estoque e escolher o tipo de produto que será vendido. No WooCommerce, é possível comercializar produtos físicos, arquivos para download, assinaturas, filiações, reservas, pacotes e produtos customizáveis.

Inicialmente, também é essencial registrar um domínio e escolher uma empresa de hospedagem para o site da loja virtual. Sendo assim, existe a possibilidade de escolher um serviço de hospedagem com funcionalidades que vão além do que é oferecido pelas plataformas de e-commerce tradicionais, como hospedagem de e-mails.

Com essas configurações feitas, é só começar a aproveitar as ferramentas para gerenciamento de lojas virtuais oferecidas pelo WooCommerce. Os principais recursos são:

No quesito de personalização da loja virtual, é possível escolher entre os diversos temas gratuitos e pagos disponíveis e fazer modificações no próprio Personalizador do WordPress. Também existe a possibilidade de instalar outros plugins para adicionar mais funcionalidades ao e-commerce, como plugins de otimização para mecanismos de busca.

Além disso, o WooCommerce conta com milhares de integrações que podem ser feitas tanto por plugins como por meio de APIs. Algumas das integrações mais comuns são com o Google Analytics e com ERPs, como o Bling!, que possibilitam a gestão de pontos de venda físicos por meio da plataforma.

Quanto custa o WooCommerce?

Como dito anteriormente, o WooCommerce é gratuito. Assim, para usar a plataforma para produtos físicos, não é necessário pagar taxas fixas. Para alguns tipos de produtos, como assinaturas, existe a cobrança de taxas anuais que custam a partir de 49 dólares ou é preciso instalar um plugin terceirizado que possibilite a venda do produto de forma gratuita.

No entanto, existem alguns investimentos obrigatórios para manter a loja virtual no ar. Os principais são o domínio, que pode custar a partir de 40 reais por ano, e a hospedagem, a partir de 30 reais por mês. Assim como nas outras plataformas de e-commerce, também existem as taxas dos gateways de pagamento, que podem custar até 5,89% por venda no cartão de crédito. 

Além dos obrigatórios, podem ser considerados alguns investimentos extras para o e-commerce. Diversos temas e plugins são pagos ou, caso a empresa deseje uma loja exclusiva, tem o custo do desenvolvimento do site. Outro investimento relevante é a manutenção técnica por uma empresa especializada.

WooCommerce é bom?

O principal fator que chama a atenção para o WooCommerce é a gratuidade, mas também se destaca por outros pontos. Por ser open-source, o WooCommerce se destaca por ter um grande número de profissionais especializados na plataforma e não faz com que a empresa dependa unicamente de uma outra empresa que controla a plataforma.

Além disso, o WooCommerce pode ser completamente customizado para as necessidades de cada negócio. As possibilidades oferecidas pela plataforma são muitas, como ter um blog WordPress vinculado à loja ou criar um marketplace.

Shopify ou WooCommerce: qual escolher?

A Shopify é indicada para empresas que desejam criar uma loja virtual com praticidade. No entanto, os preços da plataforma fazem com que o custo-benefício não seja tão bom. Dessa forma, a plataforma mais indicada é o WooCommerce.

Para quem deseja começar do zero, é possível criar uma loja no WooCommerce com poucos cliques e investimentos baixos. Os custos de manter o e-commerce crescem à medida que a loja se expande e isso é de extrema importância para pequenos empreendedores. Para quem já possui uma loja virtual, migrar para o WooCommerce pode ser uma chance de economizar e de explorar novos recursos.

Tem interesse em criar uma loja virtual com WooCommerce? Entre em contato.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *