Vtex ou WooCommerce: Qual a melhor plataforma e quais as diferenças?

Conheça mais sobre os recursos e preços de cada plataforma de e-commerce e decida qual se encaixa melhor ao seu negócio: Vtex ou WooCommerce.

Capa do artigo sobre Vtex ou WooCommerce.

O e-commerce no Brasil só cresce e a tendência é conquistar cada vez mais clientes. Apenas no primeiro trimestre de 2021, o aumento foi de 72,2% em relação ao mesmo período de 2020. Assim, ter uma loja virtual virou uma prioridade para a maior parte das empresas.

No entanto, ainda surgem dúvidas relacionadas às plataformas de e-commerce, já que cada uma tem suas peculiaridades. Para empresas de grande porte, existe a pergunta: é melhor utilizar Vtex ou WooCommerce? 

Por isso, listamos as principais funcionalidades de cada uma das plataformas e analisamos o custo-benefício para apresentar a solução mais apropriada para o seu negócio.

O que é Vtex?

A Vtex é uma plataforma de e-commerce fundada em 2000 que conta com mais de 2.500 lojas virtuais em mais de 32 países. A promessa da plataforma é proporcionar um comércio digital para que grandes empresas e varejistas possam alcançar um time-to-market (tempo de lançamento no mercado) mais ágil.

A Vtex se destaca por ser a plataforma utilizada por grandes marcas, como Sony, L’Oreal e C&A. A empresa chegou à Bolsa de Valores de Nova York em julho de 2021 com o valor de mercado de $3,75 bilhões, com grande destaque internacional. O principal destaque para a plataforma é a integração entre e-commerce, marketplace e lojas físicas em um único canal.

Como funciona a Vtex?

A Vtex disponibiliza inúmeros recursos para diferentes tipos de estratégia de negócios, como varejo, comércio B2B e marketplace. Algumas das principais soluções oferecidas pela Vtex são:

  • Intelligent Search: mecanismo de pesquisa com inteligência artificial para entender a intenção do consumidor e trazer resultados de pesquisa relevantes;
  • Store Framework: recurso para personalização da loja virtual, desde customização na aparência até o gerenciamento centralizado de lojas em diferentes idiomas e diversos canais de venda;
  • Vtex Tracking: ferramenta para monitoramento de entregas;
  • Vtex Log: solução de logística que conecta a loja virtual a transportadoras;
  • Indeva: ferramenta para acompanhamento de resultados de lojas físicas.

Por ser voltada para grandes empresas, a Vtex se destaca pela abordagem omnichannel, já que a plataforma pode ser utilizada para gerenciar e-commerce, marketplace, lojas físicas, aplicativos e showrooms em um só lugar. Com esse recurso, é possível direcionar o cliente para além da loja virtual. 

Outra ferramenta interessante da Vtex é a App Store, que conta com diversos aplicativos e integrações para incrementar o e-commerce.

Quanto custa a Vtex?

Os preços da Vtex são customizados para as necessidades de cada empresa. Desse modo, para ter um orçamento específico, é preciso entrar em contato com o atendimento da Vtex.

No entanto, no site da plataforma é possível ter uma prévia dos custos da plataforma. Para o plano On demand, o mais básico ofertado, tem as taxas fixas de 2,5% para varejo e mais 1,3% ao mês para outros canais, como marketplace e televendas. Além disso, existe o custo de manutenção, monitoramento e suporte técnico de R$ 2.750/mês.

Alguns custos fixos que a loja virtual também pode ter é o domínio, que deve ser adquirido à parte por a partir de 40 reais ao ano, e as taxas das empresas que intermediam os pagamentos (conhecidas como gateway de pagamento), como MercadoPago e PayPal. Outro investimento significativo é o desenvolvimento do e-commerce, que deve ser feito com empresa especializada.

Vtex é boa?

Para negócios de grande porte, a Vtex é uma boa plataforma de e-commerce. Os recursos disponíveis de estratégia omnichannel são muito atrativos para empresas de varejo com lojas físicas e que desejam integração com a loja virtual. A possibilidade de gerenciamento de marketplace também é muito relevante para quem trabalha com esse modelo de negócio.

No entanto, a plataforma não é uma boa opção para quem deseja começar uma loja virtual e expandir aos poucos, especialmente pelos altos custos envolvidos. 

O que é WooCommerce?

O WooCommerce é um plugin que é utilizado por 26% dos e-commerces de todo o mundo para criação e gerenciamento de lojas virtuais no WordPress. O plugin foi lançado em 2011 pelos desenvolvedores Mike Jolley e James Koster e rapidamente se tornou popular, destacando-se pela sua simplicidade.

Por ter o código aberto, o WooCommerce é livre para que qualquer usuário possa criar o seu próprio e-commerce. Dessa forma, a plataforma pode comportar desde o microempreendedor até empresas de grande porte.

Como funciona o WooCommerce?

Para utilizar o WooCommerce, é preciso ter uma instalação do WordPress ativa e instalar o plugin. Também é necessário registrar um domínio e escolher uma empresa de hospedagem para o site da loja virtual. 

Os primeiros passos para utilizar o WooCommerce são: instalar o plugin em uma instalação do WordPress, registrar um domínio e escolher uma hospedagem para a loja virtual. Com o plugin instalado, é preciso fazer a configuração inicial, com informações básicas do negócio, do tipo de produto que será vendido e do estoque.

Além de produtos físicos, também é possível comercializar pelo WooCommerce:

  • Arquivos para download;
  • Assinaturas;
  • Filiações;
  • Reservas;
  • Pacotes;
  • Produtos customizáveis.

A aparência da loja virtual também pode ser resolvida facilmente pelo próprio usuário, que pode escolher entre os diversos temas gratuitos e pagos disponíveis. Dependendo do tema, é possível fazer alterações utilizando o Personalizador do WordPress ou realizá-las diretamente no código, sendo completamente livre para o usuário fazer modificações.

Para o gerenciamento da loja virtual, o WooCommerce oferece todos os recursos necessários, como levantamento de estoque, recuperação de carrinho abandonado e cupons de desconto. Além disso, conta com o WooCommerce Analytics para relatórios e ferramenta de e-mails transacionais.

Também é possível instalar outros plugins disponíveis no diretório do WordPress para incrementar a loja virtual, como plugins de SEO. Merecem destaque plugins que potencializam o WooCommerce e viabilizam a criação de marketplace com múltiplos vendedores e de uma abordagem omnichannel.

Outra possibilidade é o gerenciamento de lojas virtuais juntamente com lojas físicas por meio da utilização de um ERP, como o Bling!. Com uma API, é possível integrar qualquer ERP ao WooCommerce.

Quanto custa o WooCommerce?

O WooCommerce é completamente gratuito, sem taxas fixas mensais. No caso de alguns tipos de produtos, como assinaturas, as taxas são anuais e custam a partir de $49. Porém, com plugins de terceiros, é possível contornar e vender diferentes tipos de produtos sem taxas ou com custos menores.

No geral, muitos plugins para adicionar novas funções ao WooCommerce são gratuitos ou freemium (disponíveis gratuitamente e com alguns recursos pagos), enquanto outros são completamente pagos. Por exemplo, o Product Vendors WooCommerce, que permite a criação de marketplace, custa $79 anuais e o FooSales, para estratégias omnichannel, custa $149 por ano.

Além dos investimentos diretos no WooCommerce, existem alguns custos obrigatórios para manter o site funcionando. Os principais são o domínio, que pode custar a partir de R$ 40 anuais, e a hospedagem, a partir de R$ 30 por mês. Outro custo obrigatório que pesa na balança é o gateway de pagamento, que pode custar até 5,89% por venda no cartão de crédito, mas pode chegar a taxa zero em transações via PIX.

Também é preciso considerar o desenvolvimento do site, caso a empresa opte por criar uma loja virtual do zero totalmente personalizada. Além disso, a manutenção técnica do site por uma empresa especializada pode ser um investimento necessário.

WooCommerce é bom?

Por ser gratuito, o WooCommerce é uma excelente opção para quem deseja criar uma loja virtual do zero e ter diversas possibilidades. Também é uma ótima alternativa para empresas grandes que desejam ter o seu e-commerce em uma plataforma open-source e não depender de outras empresas no seu negócio.

Vtex ou WooCommerce: qual plataforma de e-commerce escolher?

Ambas as plataformas oferecem todos os recursos necessários para a criação e gerenciamento de um e-commerce. Dessa forma, o fator que mais faz diferença no momento da escolha são os custos de cada uma.

Em comparação, essas são as principais diferenças entre Vtex e WooCommerce:

PlataformaVtexWooCommerce
Taxa mensal2,5%Nenhuma
Marketplace1,3%/mêsUS$ 79/ano (contratação do plugin específico)
HospedagemIncluso no planoA partir de R$ 30/mês
DomínioA partir de R$ 40/anoA partir de R$ 40/ano
Gateway de pagamentoA partir de 3,6% + R$ 0,60 por venda no créditoA partir de 2,99% + R$ 0,40 por venda no crédito
DesenvolvimentoOrçamento com o desenvolvedorOrçamento com o desenvolvedor
ManutençãoA partir de R$ 2.750/mêsVaria de acordo com a empresa escolhida

No geral, a Vtex é uma solução plausível somente para grandes empresas, enquanto o WooCommerce é a melhor opção para pequenos negócios que querem ter muitas possibilidades de crescimento. O WooCommerce também é uma excelente opção para empresas de médio e grande porte que querem ter total controle da sua loja virtual, sem outra empresa no processo.

Tem interesse em criar uma loja virtual com WooCommerce? Entre em contato.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *