Deixe seu site WordPress mais seguro com essas dicas

Um descuido só já é suficiente para deixar seu site em perigo. Confira ações práticas para manter a segurança do seu site WordPress.

Dicas de segurança para sites WordPress

Quando se trata de segurança na internet, é melhor exagerar e tomar todas as precauções possíveis do que deixar uma brecha. Com o seu site WordPress não poderia ser diferente, ainda mais que uma pequena falha de segurança pode gerar grandes transtornos para o seu negócio.

Geralmente, a primeira imagem que vem à mente quando se fala em coisas que poderiam ameaçar a segurança é a de hackers trabalhando incansavelmente para destruir a fortaleza intocável que é o site. No entanto, nem sempre essa fortaleza é tão impenetrável assim.

Pequenos erros humanos, como plugins desatualizados, podem colocar a segurança do seu site em risco. Por isso, confira nossas dicas para deixar o seu site WordPress mais seguro e evitar problemas no futuro.

Leia mais: Tudo por trás de um site WordPress

Mantenha o core do WordPress e o PHP atualizados

Ambos são vitais para qualquer site WordPress. No core, estão concentrados todos os arquivos essenciais para o funcionamento do WordPress. Já o PHP é a linguagem de programação mais utilizada no WordPress. 

Dessa forma, mantê-los atualizados garante que a base do seu site está segura. Contudo, antes de atualizar o PHP, é importante verificar se a versão atual é compatível com a versão mais recente do WordPress.

Atualize plugins e temas

Outras funcionalidades essenciais para o site WordPress são os plugins e temas, responsáveis por recursos e aparência do site. Além de manter todos atualizados, também é primordial instalar, em primeiro lugar, plugins e temas confiáveis.

Instalar versões nulled ou plugins pirateados, que contém código modificado, é colocar algo no site sem saber o que está no código, deixando o site exposto. Por isso, escolher temas e plugins diretamente no diretório oficial é a melhor forma de preservar a segurança do seu site WordPress.

Cuide dos usuários e senhas

Uma das formas mais comuns de invasão de um site são as tentativas de login por força bruta, em que senhas fracas são exploradas para entrar no site. Logo, usuários com nomes previsíveis, como “admin”, com senhas fracas e muitas permissões podem representar uma brecha para o seu site.

Opte por nomes de usuários mais inteligentes e menos sugestivos e senhas mais complexas e diferentes para cada site. Além disso, outras medidas podem ser tomadas para evitar ataques de força bruta, como autenticação em dois fatores, bloqueio de IPs e limites de tentativas de login. 

Atente-se à hospedagem

A hospedagem pode ser compartilhada, dedicada ou VPS, mas, independentemente do tipo, precisa ser muito confiável. Por isso, no momento de escolher o serviço de hospedagem do seu site, procure saber sobre os protocolos de segurança adotados pela empresa.

Uma hospedagem vulnerável pode sofrer ataques que comprometem todos os sites no servidor, incluindo o seu. Então, essa escolha de hospedagem deve priorizar sempre a segurança do seu site WordPress.

Instale plugins de segurança

Os plugins vão servir para reforçar todas as medidas de segurança já feitas, servindo para procurar malwares e monitorar as ações de segurança, por exemplo. Recomendamos o Sucuri e o Wordfence, ambos gratuitos com recursos pagos.

Faça backups

Caso alguma coisa dê errado e seu site seja invadido, ter o backup da última versão vai ser a sua salvação para não precisar refazer todo o site. Mesmo que todas as precauções sejam seguidas à risca, ainda pode existir alguma vulnerabilidade no seu site, então fazer backups regulares nunca é uma preocupação inútil.

Para saber mais, confira também a checklist de segurança do Cloudways [em inglês] com a lista completa de ações para tornar o seu site WordPress mais seguro.

Precisa de ajuda com a segurança do seu site? Fala com a gente!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *