Tema WordPress: guia básico para seu site

Um tema para site WordPress vai muito além da aparência.

Muitas pessoas encaram o tema WordPress apenas como a aparência que o site vai ter, mas, na verdade, é algo que se assemelha ao projeto de uma casa. Quando se faz o projeto, existe todo um estudo para definir quais cômodos vão ser construídos, o tamanho e a localização de portas e janelas, entre muitas outras coisas.

Também são decididos os materiais e a cartela de cores para paredes, pisos e marcenaria, tudo de acordo com as necessidades de quem vai utilizar o espaço. Esse projeto vai dar a aparência da casa e vai ser a base para os móveis que vão entrar ali depois.

O tema WordPress desempenha o mesmo papel. Ele vai ser a aparência do site e o que determina como o seu conteúdo vai ser mostrado para o mundo, controlando também algumas funcionalidades do site WordPress ou da loja WooCommerce.

O que é o tema WordPress

Cada parte de um site acrescenta uma característica essencial. A característica do tema é o visual, aquilo que o usuário vê logo que entra em qualquer página do site. Assim, o tema serve como moldura para o conteúdo.

Da mesma forma que uma casa, o tema pode facilitar a vida do usuário, quando bem planejado. Além disso, o tema deve ser pensado de acordo com o propósito do site, que pode ir desde um blog WordPress ou loja virtual no WooCommerce até um portfólio de fotografia.

Como funciona um tema WordPress

Um tema WordPress estabelece todos os detalhes no visual de um site, criando uma experiência para o usuário durante toda a navegação. Por isso, o tema é composto por templates para cada tipo de página, podendo configurar cabeçalhos, menus, rodapés e muitos outros elementos.

Alguns tipos de temas permitem personalizações, como cores e menus, direto no painel do WordPress, desde que tenha sido programado para isso. O mesmo é válidos para os widgets do WordPress, como a barra de pesquisa e o menu de categorias, que só podem ser acrescentados ao site se o tema ter espaço para tal.

Em outros tipos de temas, essas personalizações não são tão simples de serem feitas, sendo preciso alterar o código. Para isso, é criado um tema-filho, ou seja, uma cópia desse tema em que serão feitas as modificações. Esse passo é importante para que as configurações não sejam perdidas caso o tema original seja atualizado.

Como escolher um tema WordPress

Existem uma infinidade de temas para WordPress e WooCommerce disponíveis, mas não dá para escolher qualquer um. Antes, é preciso se atentar a algumas características essenciais que todo tema WordPress deve ter.

  • Compatibilidade com o seu objetivo: o que se pretende fazer com o site, usar como blog ou loja, por exemplo, deve ser um dos filtros para seleção de temas para evitar a necessidade de adaptações e, consequentemente, um projeto de desenvolvimento;
  • Responsividade: nada mais é do que se adequar a diferentes tipos de dispositivos, como celulares, tablets e computadores, sem deformar;
  • Aparência simples: para qualquer pessoa, é muito mais fácil utilizar algo semelhante ao que já é conhecido, então um tema muito diferente pode não agradar quem acessa seu site;
  • Acessibilidade: também é importante que seu site seja acessível para pessoas com deficiência, por isso é importante conhecer as diretrizes de acessibilidade para aplicar no seu site;
  • Confiabilidade do tema: busque temas em repositórios oficiais e lojas reconhecidas, conferindo as avaliações de outros usuários, para encontrar temas confiáveis e fuja de temas piratas para não colocar a segurança do seu site em risco.

Temas gratuitos, pagos e personalizados

Além desses fatores, outra questão crucial no momento de escolher um tema WordPress é o custo dele. 

Os temas gratuitos para WordPress e WooCommerce, geralmente, oferecem um menor suporte do desenvolvedor e não são atualizados com frequência. Também exigem uma disposição maior para encontrar um tema de qualidade e personalizar de acordo com a identidade visual do projeto ou da marca.

Já os temas pagos oferecem um suporte maior, mais atualizações e não é difícil encontrar um tema de qualidade. O investimento não é tão alto, mesmo que seja feito em dólar na maioria dos casos, mas podem ser mais pesados e complexos que os temas gratuitos, que são mais leves.

Por fim, os temas personalizados são desenvolvidos exclusivamente para o seu projeto ou marca. Assim, é possível criar do zero com o desenvolvedor algo que corresponde às suas necessidades e dentro do visual da marca. Um exemplo de tema personalizado para WordPress é o site da Knewin, desenvolvido pela Haste.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *